sexta-feira, 30 de outubro de 2009

The X Factor


Já aqui tínhamos visto alguns cantores como Susan Boyle ou Paul Potts que apareciam como desconhecidos e rapidamente atingiam o sucesso.

Desta vez é o caso de Jamie Archer que aparece no The X Factor. O vídeo é impressionante também pela pressão que Jamie tem nas suas costas. É o sonho de toda uma vida que se pode tornar realidade ou ir por água abaixo. Tudo depende de como correrá a audição:


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Capas negras de saudade

Acabou ontem mais uma latada. Seis da manhã, hora da Balada da Despedida. Barracas a ser desmontadas e uma roda de gente abraçada que cantava emocionada...


No meio da roda surgem agora duas ou três pessoas. Uma delas chorava. Chorava como uma criança. Esta era a sua última latada. Acabava a balada enquanto as lágrimas lhe escorriam pela cara, enquanto todo um curso o abraçava como que numa eterna homenagem a alguém que talvez nem tenha a noção do quão importante foi, pelo menos para os mais novos. A homenagem estava prestada e já cada uma das pessoas lhe tinha ido dar um abraço.

Por várias vezes ouvi:
-Vá lá, não chores! Anima-te!

Eu, pelo contrário, disse-lhe para chorar. Para chorar por tudo o que viveu, por todos os momentos que o marcaram nesta etapa da sua vida, por todos os amigos que fez... cada uma daquelas lágrimas continha, em si mesma, uma quantidade de boas recordações que já ninguém lhe poderá tirar.

Afinal é isto a saudade. A tristeza por se ter sido feliz.

Abracei-o mais uma vez.

E fui... fui com um amigo até à longínqua paragem de autocarro. Dez minutos a andar.

Continuámos a andar, calados, a ouvir os nossos passos cansados e a sentir as lágrimas a correrem-nos pela cara. Fomos calados.

E como foi bom ir em silêncio a saborear a felicidade da tristeza que sentíamos...

sábado, 24 de outubro de 2009

Ainda te lembras?


Ainda te lembras de quando me abraçaste depois de saber que eu ficaria na Académica?

Ainda te lembras de quando passámos uma semana a esquiar juntos em Andorra?

Ainda te lembras de quando me convenceste a participar no grupo de caloiros na Queima das Fitas?

Ainda te lembras de quando vieste a correr ter comigo numa rua da Baixa a gritar "O Cid ligou ao Moutinho!"?

Ainda te lembras de quando me contaste que os teus pais eram primos e que tu eras filho do teu tio?

Ainda te lembras de quando te fechámos na varanda todo nu?

Ainda te lembras de quando tirámos uma foto de tronco nu em Andorra com neve à nossa volta?

Ainda te lembras de quando éramos colegas na primária?

Ainda te lembras do dia em que te ensinei a jogar ao "Barulho" e em que tu pensavas que se o objectivo era fazer mais barulho quando se chutasse a bola contra a parede?

Ainda te lembras de quando nos deixaste para ir jogar para o Sporting?

Ainda te lembras de quando te dediquei aquele primeiro golo [e todos os outros seguintes]?

Ainda te lembras da mensagem que me mandaste quando deixei a Académica?

Ainda te lembras do dia em que te conheci?

Ainda te lembras daquele passe que fizeste para o meu golo?

Ainda te lembras de como festejámos a nossa conquista?

Ainda te lembras da nossa viagem à Madeira?

Ainda te lembras de fazer de Árabe na varanda do hotel?

Ainda te lembras de jogarmos ao Worten?

Ainda te lembras de quando fugimos do Dinho e nos fechámos no balneário durante uma enorme tempestade?

Ainda te lembras de quando marcaste aquele golo e passaste o resto do dia a dizer que te doía a virilha?

Ainda te lembras da primeira vez que disseste Bruga King?

Ainda te lembras quando todos se passavam contigo por não te calares um segundo durante o jogo?

Ainda te lembras de quando fizeste aquele início de época espectacular e marcaste uma data de golos apesar de seres lateral?

Ainda te lembras de quando me contaste a história do "vai p'á selva!"?

Ainda te lembras de quando sofreste milhares de golos de chapéu?

Ainda te lembras de quando querias comprar "As aventuras do cavalo lusitano"?

Ainda te lembras de quando ficaste uns dias sem dormir porque fomos até Viseu a falar de espíritos?

Ainda te lembras de quando convenceste a mulher do Apoio TMN de que o teu telemóvel só funcionava debaixo de água?

Ainda te lembras de quando marcaste aquele golo ao Praia da Leirosa e passámos o resto do dia a mandar-te comer uma febra?

Ainda te lembras de quando fizeste tranças para cumprir uma promessa?

Ainda te lembras daquele dia na Figueira em que jogaste descalço nos sintéticos e arrancaste a pele toda que tinhas nos pés?

Ainda te lembras de ir roubar figos antes, durante e depois dos treinos?

Ainda te lembras daqueles croissants quentinhos que comíamos antes de ir treinar?

Ainda te lembras de quando chegaste de Viseu e só jogaste de início porque o JB se atrasou?

Ainda te lembras do cabelo à Valderrama que tinhas quando chegaste à Académica?

Ainda te lembras da cerveja que atiraste pela janela de casa do JB na Figueira?

Ainda te lembras da figurinha que fizeste em casa do Dono dos Tecidos no jantar?

Ainda te lembras dos Pastéis de Tentúgal que nos prometeste?

Ainda te lembras das queijadas que nos levaste e que tão mal nos habituou?

Ainda te lembras de jogar contra nós pelo Seia?

Ainda te lembras das apostas de PES em Andorra?

Ainda te lembras de ser o maior ídolo das Gaijas da Pardulha?

Ainda te lembras de quando ficaste preso no chuveiro?

Ainda te lembras de quando disseste, preocupado, que achavas que estavas com uma omoplata?

Ainda te lembras de quando me disseste que eu ia jogar a Pacemaker?

Sim, tu...

Ainda te lembras?

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Há empregos fantásticos não há?

Esta curiosa e divertida peça publicitária documenta uma experiência da holandesa Philips, feita com um galo de Quinta chamado Simon. O objectivo era testar o produto "Philips Wake-up Light" (lâmpada para acordar) e o desafio era o seguinte: se, dentro do galinheiro, a lâmpada conseguisse fazer o galo cantar antes do alvorecer, então seria um sucesso. Montaram então toda uma parafernália electrónica de áudio e vídeo perto do galinheiro - o Rooster Control Center (centro de controle do galo). Interligaram sensores, cabos de rede, caixas de som, câmaras, fotómetros, tripés e células fotoeléctricas.
A lâmpada em teste acender-se-ia ia às 3h00m da manhã, não como uma lâmpada normal, de repente, mas lentamente, como se fosse o sol, em "fade up".

Generosos, os membros da equipa instalaram um móbil infantil com caixa de música para dar mais conforto ao Simon durante o sono. À hora programada, a lâmpada acendeu como o previsto. E o resultado...bem... o vídeo mostra...


terça-feira, 20 de outubro de 2009

U2, Coimbra: Where the streets have no name...[SdS 11]


Hoje acordei com uma notícia fantástica: "U2 agendam novo concerto em Coimbra". Que alívio... nem conseguia dormir só de pensar que havia a mais pequena possibilidade de eu estar em Portugal na data do concerto. Não tinha falhado quando os Rolling Stones cá vieram (dia mágico nesta cidade, quer se goste quer não) e também não queria falhar os U2...

E eis que agora surge a notícia que eu queria: um segundo concerto em Coimbra (e que bom que é que haja um grande concerto fora de Lisboa e do Porto de vez em quando) na mesma altura.

Por isso seria impossível publicar mais um post desta rubrica sem falar neste incontornável marco para a nossa cidade.

Deixo-vos com alguns vídeos desta nova digressão que virá a Coimbra no próximo ano:

No line on the horizon



Where the streets have no name



E como este post é mais de preparação para a magia que vai invadir esta cidade daqui a um ano não vos deixo aqui outras tantas outras músicas (Sunday Bloody Sunday, Vertigo, etc. etc. etc.). Aqui fica simplesmente um vídeo do concerto em Barcelona:


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Porque os filmes são feitos para serem vistos...

DIGITE O RESUMO DO POSTEste é o primeiro post de uma nova era no VPS. A pedido de tantos selvagens e apesar da resistência de alguns (como eu e a Kikas) acabei por ceder à pressão. Veremos como corre. E agora já sabes... se quiseres ler o post tens de clicar aqui à direita em "leia mais"!
digite o restante do post
Se houvesse publicidade desta em Portugal até davam gosto os intervalos...


O poder de uma boa história...

... num vídeo que fala por si:

domingo, 18 de outubro de 2009

Aquele Querido Mês de Agosto


Comecemos este post com esta notícia da Agência Lusa que data de 30 de Setembro de 2008:

"O filme "Aquele querido mês de Agosto", segunda longa-metragem do realizador Miguel Gomes, é o candidato de Portugal a uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro, anunciou hoje o Instituto do Cinema e Audiovisual."

É verdade. Este foi o filme português escolhido no ano passado. Contudo, muitas pessoas do nosso país não sabem sequer da existência do mesmo. Foi por isso que decidi aqui fazer este post sobre um filme que adorei ver no cinema quando saiu.

É um filme diferente. Se estão à espera de acção, de suspense, de uma história bem delineada... esqueçam lá isso! Este filme é para ser visto de mente aberta. Não há um único actor conhecido e eu duvido mesmo que os participantes sejam actores com formação (parte deles não o são assumidamente, outros não sei bem...).

Mas o que é interessante neste filme é precisamente isso. É a pureza com que o realizador nos mostra as coisas. Não procurou uma história, não procurou criar ele um argumento, não procurou, sequer, actores. Este filme vale por cada diálogo. Pelas pessoas, pelas paisagens, pela verdade que está em cada uma daquelas imagens. Porque quando vemos o filme raramente vemos alguém a representar (há um casalinho que representa e pouco mais...).

Compreendo que muitos de vocês se virem o filme não gostem dele. Contudo, pensem um pouco no que aqui escrevi. Há diálogos hilariantes. Há uma genuinidade gritante em cada uma das pessoas que participam no filme. No filme não há actores que fazem parte de uma história. Há povo que conta as suas histórias e que vive a sua vida de forma normal, que fala para as câmaras como se estivesse a falar para os amigos no café.

Aqui vos deixo não os melhores mas sim os possíveis (leia-se "os que estão no youtube") momentos do filme realizado em... Arganil:

Os típicos velhotes com o velho a contar a história e a mulher a emendá-lo em tudo o que ele diz...



O tipo de filmagem é diferente do que estamos habituados normalmente. Muitas vezes as câmaras não estão centradas nas pessoas que estão a falar. Podemos até estar ouvir pessoas a discutir e a imagem estar focada numa jarra ao canto de uma mesa... Neste caso é uma cena sem falas e em que nada se passa, coisa pouco habitual no cinema:



O cântico à desgarrada... Se quiserem passem um pouco à frente e comecem a ver (e a ouvir, principalmente!) a partir dos 2 minutos.



Parece um filme deprimente. Não é. É uma lufada de ar fresco, uma coisa diferente numa arte que em Portugal explora tanto as actrizes nuas e tão pouco a originalidade. "Aquele Querido Mês de Agosto" não é um filme fácil. Mas para quem entrar no espírito é bem mais que um filme: é uma experiência.

sábado, 17 de outubro de 2009

"Que ma chupem!"

Isto começa por ser um post sobre futebol. E não podia deixar de vos chamar a atenção para este penalty fantástico (ou fantásmico!) assinalado por... Pedro Proença. Um competentíssimo árbitro português:



Mas mais do que futebol é um post sobre... escândalo! Acho que não há ninguém que não tenha ouvido ainda as palavras do Maradona depois da qualificação da Argentina... mas ainda assim aqui fica vídeo do "...Que a chupem, que a continuem a chupar... Que continuem a mamar!":



E agora digam-me: como é que este gajo não é despedido no segundo a seguir?

Mas este vídeo tem piada por outra coisa que eu ainda não tinha percebido (sim, porque estive sem net desde o post do H-Raki): os próprios jogadores celebraram a vitória com uma canção ensaiada contra os jornalistas!

Ah... e a propósito de coisas interessantes do vídeo: não me vão dizer que não repararam na jornalista, pois não?;)

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Arctic Monkeys [SdS 10]

Arctic Monkeys dispensam apresentações. Com um estilo de rock mais alternativo são já uma grande banda britânica nascida em 2002.

Contam já com pelo menos uma presença em Portugal. Há quem ame, há quem adore, há quem goste, há quem ouça, há quem não goste e não conheço ninguém que verdadeiramente deteste. Num conto geral é bastante apreciada dentro do seu estilo.

Ouçam: I bet you look good on the dance floor, A certain romance, Still take you home, Fake tales of San Francisco, Brianstorm, Fluorescent adolescent, From the ritz to the rubble, Cigarette smoker fiona, The view from the afternoon e o seu novo álbum Humbug.

Fiquem com:

Scummy


Mardy bum


domingo, 11 de outubro de 2009

O Profeta Extraterrestre ( E esta, hein ? )

O meu irmão já andava a falar disto há algum tempo. Um amigo tinha-lhe mostrado mostrado um vídeo e eu não ia acreditar no que ia ver, ou melhor, ouvir. A verdade é que eu só percebi realmente o que ele queria dizer quando vi o dito filme. Um breve resumo: este senhor, de nome Paulo Santos, oriundo de Arganil, tem a resposta a perguntas como "quem criou realmente o planeta Terra e os Humanos", "como engravidou realmente a Virgem Maria", entre muitas outra perguntas que "moem" a cabeça a imensa gente. Eu, sinceramente, sou uma pessoa bastante céptica, mas desde que o Bruxo tramou o Ronaldo... Vejam o vídeo todo malta, vale a pena !

video

sábado, 10 de outubro de 2009

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

A arte de regatear [Made in Tunis 02]


Como ia dizendo no último post, os tunisinos utilizam todas aquelas palavras estúpidas e sem sentido de forma a conseguirem captar a nossa atenção. Quando o conseguem já é tarde demais... para nós, claro!

Se fores ingénuo aposto que sais de perto dos vendedores com um enorme cheiro a cartão de crédito queimado. Porquê? Porque vais comprar óculos Ray Ban por apenas um euro, umas camisas Hugo Boss por 10 euros e uma fantástica mochila da Diesel por 15! Obviamente que a Tunísia é a capital da contrafacção e que todos os vendedores se auto-denominam de "Pirata genuíno" e defendem que as suas mercadorias são contrafacções mas as originais! E são capazes de reclamar contigo porque estás a negociar o preço de uma fantástica camisa Hugo Boss que cá comprarias por 10 vezes mais!

E sim, lá negocia-se o preço. Mas em TUDO! Mais: lá negocia-se tudo de tudo... exemplos? A coisa começa assim:
"- Quanto custa?
- 100 dinares.
- O quê?! 1 dinar é o que isso vale!
- 90. Isto muito trabalho. Boa qualidade!
- Nem pensar. Muito obrigado. - e o turista vira costas para se ir embora.

Mal encarado o vendedor chama o turista e propõe com maus modos:
- Ok. 50 dinares e já estou a perder dinheiro! [Note-se a estupidez da coisa: os vendedores nunca perdem dinheiro, como é óbvio. Quando vêem que deixa de compensar simplesmente decidem não vender. Por isso esta lógica do vender uma coisa e dizer que está a perder dinheiro é fantástica... deve ser porque é um amigo nosso de infância que nos faz um preço especial, com certeza!]
- 10...
- 20!

E quando chega a este ponto há duas hipóteses:
a) O turista decide não comprar. O vendedor insulta-o, chama-lhe forreta, "português pobre", diz que "Portugal está na bancarrota" e que os portugueses são isto e mais aquilo...

b) O turista compra. Nesse caso o vendedor vende-lhe a mercadoria e depois insulta-o na mesma, chama-lhe forreta, "português pobre", diz que "Portugal está na bancarrota" e que os portugueses são isto e mais aquilo..."
E passamos a vida nisto. Mas quando digo que é para tudo é MESMO para tudo. E lá tudo pode ser vendido. Outro exemplo:

"Está um senhor a martelar numa coisa de ferro. Uma turista aproxima-se e pergunta:
- O que está a fazer com esse martelo? Parece giro...
- A gravar o nome numa pulseira. Quer uma pulseira com o seu nome em Árabe?
- Ah, não obrigada!
- Então a pulseira sem nome. Olhe é bonita!
- Não, a sério. Obrigada - diz a turista a tentar escapar-se.
- Mas veja mais coisas na loja! Compre! Olhe, aqui! - o vendedor deixa a peça que está a fazer e sai da loja atrás da turista, de martelo na mão - E o martelo? Compra o martelo! Bom preço, bom preço!"

Convencidos? Não?! Então vou contar-vos uma última para vos mostrar como é MESMO uma doença, este necessidade de regatear tudo...

"Estava eu na praia. Vem o animador do Hotel a gritar "Voleibol!!!". Levantei-me da toalha e fui jogar. Estava farto do convívio com tunisinos que passavam a vida a tentar enganar-me com estas negociações irritantes. Sim, queria um bom jogo de volei para descontrair. Com os turistas que não me iam tentar roubar.

Enganei-me. Faltavam dois jogadores e por isso tiveram de jogar dois tunisinos, um de cada equipa. A certa altura gera-se a confusão:
- 14/18. - diz um dos tunisinos.
- Não! Está 14/14!
- Nós temos 18!
- Mentiroso! Têm 14, estamos empatados!
- No máximo têm 15!
- No mínimo temos 17, aldrabão!
- 16, então?
- Combinado. 14/16!
- Ok. Podem jogar!

Não, não podiam. Ficou a faltar um jogador porque eu mal ouvi isto tive um ataque e só parei no mar, debaixo de água e sem ninguém a regatear à minha volta..."

quinta-feira, 8 de outubro de 2009


Escrevo num blog em que sei que muitos dos meus colegas partilham comigo um sonho de criança, ser jogador de futebol! Cada um de nos adora o futebol e se calhar trocava a maior parte das coisas que a vida lhe deu, apenas por poder concretizar o sonho de poder ser jogador de futebol.

Eu sou um deles, ainda agora a chegar aos 20 anos, me imagino como seria se eu tivesse o talento para poder vestir a camisola do glorioso ou mesmo de uma academica.

E por isso que quando vejo alguem com o talento do tamanho do mundo para poder fazer aquilo que eu mais sonhei na minha vida sinto inveja, mas ao mesmo tempo respeito-o em grande medida...

Bem, esta introdução toda é so para explicar porque é que me incomoda tanto o assunto que quero abordar.

Toda a gente conhece o jogador que esta na foto. Na minha opinião é nos 20 anos que a minha vida tem de ver futebol, a par com zidane, o jogador com mais qualidade que eu vi jogar.

E com a suas fintas, toda a gente se lembra do sorriso que sempre tinha no campo de futebol. Parecia que ela vivia mesmo o seu sonho. Tinha talento para poder fazer o que mais gostava na vida.

Aquilo que eu pergunto agora, é como pode uma vida mudar tanto?
Como e que 3 anos depois de se ser por 2 vezes seguidas o melhor jogador do mundo, de se ser considerado 1 jogador que podia entrar na historia de futebol como um dos melhores de sempre... COMO é que eu abro o jornal e os unicos titulos que encontro sobre o ronaldinho são:

Ronaldinho desmente fim da carreira
Milan: Leonardo avisa Ronaldinho: «é agora ou nunca»
Ronaldinho pela calada da noite
Berlusconi força Ronaldinho a prometer profissionalismo

Como pode uma vida mudar tão rapidamente?
Como é que o sonho de um menino pode desaparecer tão rapidamente?

Sinceramente,a unica explicação que eu encontro é que ele ande metido na droga...

So para acabar deixem-me dizer que eu sou daqueles que ainda acredito que o ronaldinho ainda vai voltar a ser dos melhores do mundo. Espero que ele ainda queira e acredite nisso tambem!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

"Sacanas Sem Lei"


Depois da lesão suspeita do Mau e da maravilhosa crítica do Argolinhas, senti-me na obrigatoriedade de partilhar convosco a grande obra cinematográfica de Tarantino. Depois de Pulp Fiction, Tarantino conseguiu este ano igualar essa grande obra de arte, concluir com chave de ouro e deixar a sua marca na História do cinema europeu. Apesar de considerar uns 10/15 minutos algo monótonos, a realidade é que os 153 minutos de filme me conduziram a uma odisseia inesquecível, cheia de pormenores, cenas e diálogos que só o mestre Quentin sabe fazer. Destaco igualmente a representação de Brad Pitt e Cristoph Waltz, que enriqueceram ainda mais este grandioso filme

Recomendo :)

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Curiosidades sobre series!


Um pequeno post com curiosidades, da qual me recordo agora sobre series:

1) O dexter na vida real e casado com a irma dele na serie.

2) Entourage: o drama faz de irmão do vinnie. O seu papel e representar o irmao de uma grande estrela de cinema...a curiosidade surge aqui: na vida real o drama e irmao do matt damon, que e na realidade uma grande estrela de cinema.

3) Em friends, tenho quase a certeza que a monica e o irmao ross tambem se casaram na vida real mas pouco tempo depois se separam.

4) Mais sobre friends: reparei nesta curiosidade com alguma felicidade. É que quando acabei de ver a serie 9 de friends, ainda nao tinha sakado a serie 10 e como tal comecei a ver how i met your mother.
Pois bem, ha um episodio nesta serie na qual o ted reencontra uma namorada antiga(que faz de amber no dr. house) e das duas vezes termina com ela no seu dia de anos. Pois acontece que na serie 10 de friends ha um episodio em que conta a historia em como 1 rapariga e deixada pelo namorado no seu dia de anos e quem faz o papel e tambem e a amber do dr. house. Ou seja how i met your mother copiou o episodio de friends.
Deixem-me dizer que gosto muito de how i met your mother, mas ja notei varios episodios com bastantes ideias copiadas de friends.

5) O editor de lost e o mesmo editor da serie fringe (J.J Abrams), e por ai tambem se percebe a similariedade das duas series.

6) Aconselho a quem quer perceber o utimo episodio da serie 1 de fringe,a ver o filme star trek. Eu tinha visto e percebi o final, a minha irma nao viu e por isso nao percebeu.

7) Em heroes a claire(hayden panettiere) anda na vida real com o peter petrelli.

8) O BARNEY STINSON de how i met your mother e GAY na vida real.

9) Em gossip girl andam todos metidos uns com os outros na vida real.Ja agora o chuck bass agora faz de gay em californication.

10) em greys anatomy vou explicar porque e que o burke (cirurgiao que namorava com a yang) saiu da serie na 4 serie: Ao que parece ele nao aceita trabalhar com gays. Como o O'malley e gay na vida real, a direccao da serie teve que escoher entre manter 1 ou outro na serie e optou pelo o´malley.

11) a serie jericho foi cancelada no fim da 1 serie. O que aconteceu entao para surgir a 2 serie? Ao que parece, a resposta e que varios fas se juntaram junto a editora de televisao e nao pararam de mandar pedras ate ser anunciado a 2 serie.
Nao resultou de muito porque a serie acabou por ser novamente cancelada(o que e uma pena porque e das melhores series alguma vez feitas).

Bem, ja serviu para me entreter um pouco e deixar um post aqui no blog. Comentem se souberem mais curiosidades engraçadas.

The Kooks, por Benitez [SdS 09]

The Kooks são uma excelente banda britânica no estilo Indie/Rock, muito apreciada pelo público em geral. Costumam ter prestações notáveis nos seus concertos. Aconselho fervorosamente.

Algumas boas músicas da banda são: Ooh la, She moves in her own way, Jackie big tits, Sofa song, You don't love me e Always where i need to be.


E agora fiquem com:

Naive



Seaside


segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Ossos do ofício

O primeiro raio de luz entrava no quarto trazendo o conforto de mais uma manhã lá fora. Contudo, ele já faz parte da mobília. Nunca sai de casa. Está sempre no seu computador com a camisola 10 da argentina vestida, à espera que chegue o seu corpo, para que lhe possa tomar a forma e assim escrever mais uma página desta selva.

Mas o que se passa hoje? Quando tentou corporizar-se, o espectro não se sentiu completo. Sentia um certo desconforto no ombro direito. Quando remeteu a sua atenção para esse pedaço de carne, reparou que tinha o braço ligado ao peito, e que este estava, portanto, imobilizado. "O que terá acontecido ao meu corpo enquanto se passeava pela rua?".

Isso não sei, mas o que é certo é que o Mau-r-à-dona tem de ficar assim por duas semanas, e a não ser que se desenrasque só com a mão esquerda, tem de esperar que a carne sare...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Made in Tunis (01)


O que aconteceu na Tunísia foi bem diferente daquilo que eu esperava... ou talvez não! Lembram-se daquela ideia do árabe agressivo e chato, da sua paixão por regatear e com um fanatismo religioso que lhe é permanentemente associado? BINGO!

Vou então fazer-vos a descrição da visita de um Ocidental a uma medina tunisina... Ora como bons ocidentais que somos chegamos ao nosso destino num belíssimo autocarro com ar condicionado. Mal pomos o nariz de fora do autocarro... 40 graus - à sombra, claro! Logo nos vem à cabeça o seguinte pensamento: "Aguenta-se, é por uma boa causa!"

Mas, ainda sem ter tempo de acabar o pensamento e sem perceber o que nos está a acontecer já uma boa quinzena de vendedores nos rodeiam. Fizemos um estudo que provou que nestes 15 dias na Tunísia a média de tempo entre o turista ocidental meter um pé fora do autocarro e vir algum vendedor ter com ele é de aproximadamente 0,754 segundos. Eles são supersónicos, digo-vos eu!

Acreditem que mal saimos do autocarro vêm logo uma data de vendedores que nos agarram e começam a fazer tentativas para adivinhar a nossa nacionalidade. Se por acaso fores alto e loiro tens sorte porque eles apostam mais em nórdicos ou russos o que te permite ganhar tempo para fugir. Lá começa a lenga-lenga do costume:
- Polska? [tradução: polaco?]
- Россия? [Russo?]
- Українська? [Ucraniano?]
- Svenska? [Sueco?]

Geralmente dizem tantas mas tantos países diferentes que tu sentes-te obrigado a responder, porque percebes que ele não te vai deixar em paz até chegar à tua nacionalidade. Aí cometes um erro fatal. Não evitas dizer algo como:
- Não! E não quero nada, obrigado!

Faz-se luz! "Obrigado?! Latino!", pensa o tunisino. E recomeça:
- Español?
- Italiano?
- Português? Sim, é português! AH, Portugal! - agora começa um discurso automático naquela gente que para mim é sitomático de algum atraso mental ou de um qualquer tipo de loucura - Portugal: Bacalhau com batatas! Lisboa! Porto! Guimarães! Cristiano Ronaldo! Luís Figo! Marisa Cruz!

E se tentas ir embora o vendedor ataca de novo:
- Lisboa! Cristiano Ronaldo! Bacalhau com batatas! Porto! Luís Figo! Guimarães! Marisa Cruz!

Quando dás por ti estás literalmente absorvido, consumido por uma quantidade louca de gajos a dizerem coisas sem sentido e que só te querem impingir qualquer coisa...

E é da parte do impingir que falarei amanhã, no próximo post da série Made in Tunis!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Sabias que... [04]




Queria primeiro que tudo pedir desculpa pelas minhas falhas nas ultimas semanas no que toca a esta rubrica. Tem sido complicado. As coisas começam agora a acalmar visto toda a azáfama que se vive todos os anos na primeira semana de regresso à vida académica estar finalmente a normalizar.

Mas indo ao que interessa e sabendo eu que vocês estarão certamente com água na boca a espera do que aqui vou escrever digo-vos já que a temática deste post é GASTRONOMIA.

HUMMM!!! Que bom!

Então agora digo-vos isto:

Tenho estado engripado nestes últimos dias e tenho estado 24h/24h a comer laranja a ressacar de vitamina C. Mas sabem que mais? Os morangos têm bem mais vitamina C e até que são bem mais saborosos para além de serem dos frutos mais afrodisíacos. Se bem que os alimentos mais afrodisíacos são moluscos e crustáceos do mar!! SIM, é verdade. No que toca a alimentos afrodisíacos estes deitam por terra qualquer outro que se oponha. No topo da hierarquia temos incontestavelmente as ostras! Vai-se lá perceber porquê...

Sabem como matar uma pequena ave que já algum tempo vos anda a aborrecer?? Dêem-lhes abacates! Desde que soube disto vou todos os dias sentar-me na esplanada das docas do parque verde a espera que apareça o pato assassino que me chegou a mandar uma bicada na tentativa de me arrancar um dedo.. RRRR.

Sabem quantas variedades de melancias existem? 1200, vejam lá! E no Japão este fruto é extremamente respeitado. Chegam a produzir melancias em cubos!! Facilita o transporte e são exclusivas do Japão. Sim, melancia=relíquia no Japão. É um fruto de culto que chega a atingir por terras dos olhos-em-bico cerca de 100euros por quilo.

Sou apreciador de café há algum tempo. Não pela cafeína que me excita nos momentos mais mortos mas pelo sabor. Se estiverem com sono e quiserem manter-se acordados não bebam café, comam uma boa maçã que resulta bem melhor. Por experiência própria são as verdes que resultam melhor. :)

Experimentem colocar uma uva num copo de champanhe. Vão ver como é divertido (não, não vos vou dizer o que acontece )

Em média um Big mac tem 178 sementes (que curiosidade mais parva).

O microondas foi inventado quando um cientista atravessou um radar e um chocolate derreteu no seu bolso. hummm, esta se calhar é mais uma curiosidade High-Tech

não querendo tornar o post extenso e visto já estar a divagar deixo o resto para uma próxima edição SABIAS QUE...

Publicidade

Para efeitos legais é importante explicar que o nosso site usa uma Política de Publicidade com base em interesses.