domingo, 13 de setembro de 2009

Mais depressa se apanha o Nemo que o Coxo

Já aqui falámos no Nemo. O Nemo é um amigo meu que nasceu numa terra pequenininha. Uma daquelas terras onde as pessoas se levantam bem cedo para ordenhar as vacas, dar comida aos porcos e, ciclicamente, tosquiar as ovelhas.

No entanto, o Nemo meteu na cabeça que era um estudante promissor. Ou melhor... meteu isso na cabeça dos pais!

Neste momento, perguntar-se-ão: "E o que é que isso me interessa?"
Para já nada. Mas continuem a ler. Acho que não se arrependerão.

Como ia dizendo, o Nemo, estudante promissor, conseguiu sair da terrinha e ir viver para uma cidade grande com uma familiar. Nessa cidade grande, o Nemo arranjou uma equipa de futebol e uma escola linda, digna de um estudante bastante promissor!

Falava com os pais ao telefone e, de vez a vez, a mãe lá lhe perguntava:
- Então, filhinho, como está a correr esse 12º ano?
- Está bem, mãe. É bem pior que o 11º, mas eu aguento!
- Ahhh! Sempre trabalhador, o meu filho... Temos muito orgulho em ti! Sabes disso, não sabes?

E lá se iam passando os dias. Ora, o mais engraçado é que, apesar desta conversa, o Nemo não estava no 12º ano como os pais pensavam mas sim... no 11º!

Confessa-nos o Nemo que pensara desta forma:
"Tenho 18 anos. Sou o meu próprio Encarregado de Educação, por isso, quando for preciso justificar faltas sou eu quem as justifico. As notas são-me entregues a mim... Está tudo controlado!"

Pois é... isso pensava ele! O problema é que o Nemo, apesar de estudante promissor, é também um despassarado... Acreditam que no dia da matrícula na escola ele em vez de meter a sua morada nova meteu a da terrinha onde nasceu e onde viviam os pais?

O resto podem adivinhar... Um dia, o Nemo deu demasiadas faltas e o Director de Turma envia as faltas para casa.
TRRRRRRRRRRRRRRIIIIIIIIIIM
- Está lá?
- NEMO?! ÉS CAPAZ DE ME EXPLICAR O QUE VEM A SER ISTO???
- Calma, mãe! Que se passa?
- RECEBI AQUI UMA CARTA A DIZER QUE ESTÁS CHUMBADO POR FALTAS E QUE AINDA ESTÁS NO 11º ANO!!!!
- O quê?! Devem-se ter enganado! Eu estou no 12º!

Mas já era tarde... O Nemo acabou por confessar que tinha mentido e, nesse fim-de-semana em que foi a casa, passou todo o tempo caladinho e quietinho.

Como é um tipo bastante optimista, acabou por enaltecer o lado positivo da cena:
"Bem... pelo menos já não tenho de gastar dinheiro a comprar o traje académico no ano que vem!"

Mas sabem o que é mais engraçado? É que há um coxo lá na terra dele que fez exactamente o mesmo que o Nemo. E, até hoje, o Coxo ainda não foi apanhado. O que nos permite criar um novo provérbio que é, simultâneamente, o título deste post:
"Mais depressa se apanha o Nemo que o Coxo!"

8 comentários:

Kikas disse...

O dinheiro que ele perdeu à custa desse lapso da morada... Assim, no ano seguinte abria uma continha e os pais depositavam lá o valor das propinas como se fosse para a Universidade. Isso é que depois era vida boa;)

Anónimo disse...

O blogue perdeu imenso. esta morto.

Ranhoca disse...

ahah, ai quando o nemo ler isto

Mau disse...

São opiniões, anónimo... Sabes que nem toda a gente passa o dia sem nada para fazer. O blog é só uma ocupação de tempos livres e quando se trabalha não há tempo para fazer muita coisa... ainda assim uma média de 96 pessoas por dia não se pode dizer que seja sinónimo da morte do blog ;)

Mas abutres e agoirentos há sempre em todo o lado:)

Mau disse...

Kikas

é verdade! Já lhe disse que lhe emprestava a capa e a batina para ele para o ano aparecer lá em casa trajado. Parece que vai convencer os pais de que como se esforçou imenso o passaram 1 ano à frente!

Kikas disse...

Realmente manter uma mentira dessas por uns meses é um grande esforço, temos que reconhecer!

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

JoaoMoutinho disse...

Mau, depois lembra-me para te dar 25 euros no sabado, dia 26 ;)

Publicidade

Para efeitos legais é importante explicar que o nosso site usa uma Política de Publicidade com base em interesses.